Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Eu escrevi um livro!

Na verdade escrevi muitos poemas, contos e crónicas, no decorrer dos últimos três anos. E agora, com o fechar de um ciclo pessoal, colecto alguns desses momentos de escrita e partilho-os com quem os quiser ler. Fisicamente. O que eu escrevi, os meus desabafos e fantasias, em forma física! Nunca estive mais nervoso para alguma coisa na minha existência!

O livro chama-se, como está no título do post, Tudo isto tropeça dentro de mim. 

Aqui vos deixo a capa, pela pena da fantástica Susa Monteiro:

Sugestão de capa.jpg

O lançamento está previsto para Julho. Logo que tenha mais detalhes deixo-os aqui. Até já!

(Estou nas nuvens...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Falar sobre maratonas. Adoro maratonas! Graças à Cláudia, participei numa o Verão passado e adorei. E apesar de estar a falhar miseravelmente nesta (tive exames! *tosse... desculpas... tosse*), acho que maratonas são das melhores experiências que se podem retirar da leitura. A partilha, o entusiasmo! É lindo ver o amor pela literatura.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Este desafio consiste em partilhar uma personagem com características parecidas às nossas. Vou ser pouco original (e explicitamente esquivo) e escolher o Tyrion (e não porque ele é o meu personagem preferido), porque ambos gostamos de ler! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

image.jpg

A Guerra dos Tronos entrou na minha vida pela boca de uma amiga. É esta a história de origem. Isto deu-se pela altura em que a HBO lançava a primeira temporada: "Tens que ver esta série, Pedro!" foi mais ou menos o que ela me disse. O título intrigou-me logo. Guerra dos Tronos. Tem ou não tem um nome forte? Lá comecei a ver a série. E a adorar. Depois soube que havia livros! Livros! Se esta série já parecia fantástica, imagina os livros! E, por coincidência (ou destino?), nessa época, houve um passatempo do "Ler +, Ler Melhor" da RTP 2 que oferecia, (o que é que eu poderia quer mais?!) o primeiro título da saga! E ganhei-o! Quis esperar por completar a coleção para começar a ler, mas no início de 2013 já tinha o primeiro lido (que melhor forma de começar o ano?)

Entretanto, tem faltado o tempo e a coragem para ler os outros 9(!!!!) volumes. 

Até este desafio surgir. Pelo que tenho que agradecer à Cláudia. 

Ficam aqui os desejos de boas leituras aos bravos participantes da maratona.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Clica aqui. :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Descobri que um dos meus blogues antigos sobre livros ainda está vivo e andei a vasculhá-lo. Foi lá que descobri este desafio que nunca cheguei a terminar e que agora trago de volta à vida: O Desafio Literário dos 45 Dias. 

Objectivo: responder, todos os dias, durante 45 dias, aos créditos propostos.

Ei-los:

 

Dia 1 – Livro favorito
Dia 2 – Livro detestado
Dia 3 – Livro subvalorizado 
Dia 4 – Livro sobrevalorizado
Dia 5 – Livro que levarias para uma ilha deserta
Dia 6 – Livro que leste mais vezes
Dia 7 – Livro que te desiludiu
Dia 8 – Livro tão mau, tão mau, mas tão mau que consegue ser bom
Dia 9 – Livro mais longo que já leste
Dia 10 – Livro mais curto que já leste
Dia 11 – Livro que não conseguiste acabar
Dia 12 – Colecção (saga) favorita
Dia 13 – Sequela que nunca devia ter sido impressa
Dia 14 – Livro comovente
Dia 15 – Livro hilariante
Dia 16 – Livro perturbante
Dia 17 – Livro inspirador
Dia 18 – Livro para o qual escreverias uma sequela
Dia 19 – Livro em cujo universo habitarias
Dia 20 – Melhor citação (diálogo)
Dia 21 – Melhor citação (descrição)
Dia 22 – Autor(a) favorito(a)
Dia 23 – Livro que espelha a tua vida
Dia 24 – Personagem literária mais parecida contigo
Dia 25 – Personagem literária favorita
Dia 26 – Personagem literária que gostarias de conhecer
Dia 27 – Personagem literária que odeias
Dia 28 – Personagem literária que adoras odiar
Dia 29 – Personagem literária com a qual trocarias de lugar
Dia 30 – Personagem literária que admiras
Dia 31 – Personagem literária que nunca devia ter sido criada
Dia 32 – Personagem literária com a qual terias uma relação amorosa estável
Dia 33 – Personagem literária com a qual terias “one-night stand”
Dia 34 – Personagem literária secundária que merecia um livro só dela
Dia 35 – Personagem literária para a qual escreverias um livro
Dia 36 – Personagem literária que não quererias encontrar num beco
Dia 37 – Livro para os dias chuvosos
Dia 38 – Livro para os dias solarengos
Dia 39 – Livro que custou a ler
Dia 40 – Autor(a) cujo talento invejas
Dia 41 – Livro que é um “guilty pleasure”
Dia 42 – Livro que adoravas e agora detestas
Dia 43 – Livro que marcou a infância
Dia 44 – Último livro lido
Dia 45 – Próximo livro a ler

 

Se estiverem interessados, desafio-vos a partilhar as vossas escolhas. Até já.

(Comentem se forem participar para que vos acompanhe nesta jornada!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não sou uma pessoa de filmes. Canso-me muito facilmente. Se não estiver sentado numa sala de cinema é muito fácil que me distraia e acabe por nem chegar a meio do filme. Prefiro séries. (O que é estranho, visto que os episódios, apesar de mais curtos, somados absorvem muito mais tempo...)

Ainda assim, em Janeiro vi (à parte de A Entrevista, de que falei num post anterior) estes filmes: 

PicMonkey Collage.png

Brave - 10 estrelas.

A vontade de ver era antiga, mas por alguma razão (idiota, claro está) nunca me decidira a vê-lo. Foi graças à programação de Natal da SIC, na qual vi partes do filme, que disse: "Não, agora é que eu vou ver este filme!" E acabei por o fazer no início de Janeiro. E adorei. 

 

O Sétimo Filho - 8,5 estrelas.

Vi no cinema. Foi uma visualização impulsiva. O filme não é nada por aí além, é engraçado. Mas gostei. Diverti-me a vê-lo.

 

Big Hero 6 - 10 estrelas.

Este é o meu filme de animação preferido. Nem sei quantas vezes o revi. Vejam-no, vejam-no! E se já tiverem visto, vejam outra vez. Tudo o que eu posso dizer agora é que preciso desesperadamente de um Baymax na minha vida. É só.

 

Os Maias - 7 estrelas.

Muito resumidamente: ainda não tinha lido a obra e tinha teste de Português onde Os Maias, de Eça de Queiros, fazia uma pequena - mas importante - aparição. Preciso dizer mais?

Já sabia a história, no geral, e foi interessante ver as personagens tomarem cor. (Mas devo dizer que aqueles cenários me incomodaram bastante.)

(Curiosidade: sim, ver o filme Os Maias ajudou-me no teste.)

 

As Crónicas de Spiderwick - 10 estrelas.

Li os 5 livros (que adorei) e naturalmente quis ver a adptação cinematográfica. Apesar das diferenças, gostei. Senti que os livros e o filme se completavam. Um deleite!

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Descoberta

25.01.15

Acho esta frase a mais pirosa das frases pirosas (se houvesse um concurso entre as frases pirosas esta ganharia o título de Frase Mais Pirosa sem dificuldade alguma): "I fell in love the way you fall asleep: slowly and then all at once", do aclamado (por raparigas adolescentes, maioritariamente) escritor John Green.

Não obstante, é a frase que melhor descreve a minha súbita admiração por Afonso Cruz.

 

10933700_1544806665767568_8774988999990087230_n.jp

 

É o meu autor preferido. Aconteceu com a rapidez com que se diz "Olá"! E é tão grave que comprometo-me, de facto, a repetir: é o meu autor preferido. Maldito seja eu se morrer sem ler tudo o que o bendito senhor publicar!

Até à data, li:

 

Imagem1.png

 

 

E estou a ler (degustar, aliás):

k_para-onde-vao-os-guarda-chuvas_300dpi.jpg

 

Não vou tentar descrever a escrita de Afonso Cruz, que não tenho um palavreado que lhe faça jus. Mas é importante que refira que as suas histórias são de uma complexidade (e des-complexidade) estonteante, deliciosa, espantosa!

Fica o propósito deste post desvendado: leiam Afonso Cruz, que não se vão arrepender!

Boas leituras.

(Fotografia de Afonso Cruz por Vitorino Coragem)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Comprometo-me, já que estou numa de fazer promessas que provavelmente não vou cumprir, a dar espaço aos filmes, aqui no blogue. É com isto em mente que me proponho a partilhar aqui todos os filmes que visualizar este ano acompanhados de, pelo menos, uma apreciação de 0 a 10 estrelas.

Comecei o ano a ver a controversa comédia Uma Entrevista de Loucos, e posso dizer que comecei, de facto, bem o ano. O que esperava era a típica comédia ridícula. E foi o que encontrei, ao lado de uma forte - e tão pouco escondida - crítica social e, evidentemente, política. Gostei bastante. Dou 7 estrelas, dentro do género. (Honestamente, está a dar-me vontade de ir rever.)

 

Veredicto: 7 estrelas

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hoje é 2015

04.01.15

Parece que ainda ante-ante-ante-ontem era 2014! Desculpem, esta piada era extremamente necessária. E de tão necessária que é, para mim, até tenho evitado pôr o olhar em redes sociais. Para quê? T-o-d-a-s as publicações na minha página inicial andaram, com certeza, à volta do tipo de frase com que acabei de começar este post. Repito: desculpem. Se calhar até são como eu, reviram os olhos ao ver que citações como esta são... bem, citadas... vez e vez e vez e ainda outra vez. Enfim. Hoje é 2015. Mais um ano de vida ou menos um? Faço questão de deixar aqui os meus desejos de um ano repleto de tudo o que vos faça feliz; com pouco espaço para os infortúnios e o facebook. E agora até podia tecer aqui uma metáfora maravilhosa para representar o quão a vida é uma estrada de altos e baixos mas se forem ao facebook deve lá estar já alguma publicação deste género. (Eu juro que não tenho nada contra o facebook. Mas quem mais jura mais mente, é o que dizem...) Estou a divagar.

Enfim, talvez seja tradição, mas é sabido que ano novo, carrada de promessas e motivações em vão novas. É ou não é? E eu não fujo à regra. Daí este post a que me dedico agora, marca o relógio cinco horas e cinquenta e oito minutos da manhã. O que me leva ao primeiro ponto da minha lista de melhoramentos para este novo ano que se estende à nossa frente:

  • Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer!

(E este é, muito provavelmente, o item da lista que mais dificilmente vou cumprir.)

Seguido de:

  • Ficar a par de todas as séries que comecei.

(E ao realizar este item, vai-se o primeiro ao ar. Mas pronto.)

  • Ler 50 livros.

(Tu tens exames, Pedro. Achas mesmo que vais conseguir?)

  • Escrever mais.

(Sim, espero que tudo sobre História A de 12º ano!)

  • Fazer alguma coisa produtiva.

(Terminar o 12º ano era um começo!...)

  • Ser mais saudável.

(Não vou comentar, mas pizza é a melhor invenção de sempre...)

E é melhor não acrescentar mais nada. (Deu para perceber que sou péssimo com isto de metas, não?)

Mas sim, vou mesmo tentar. Fica aqui prometido que eu, Pedro Caetano Carvalho, me vou esforçar por fazer de 2015 um ano produtivo.

Como parte desta promessa aproveito para me alistar num desafio literário. Aqui, no blog d'A Mulher Que Ama Livros está uma lista que vou tentar cumprir. Só o facto de pensar que vou consegui preencher todos aqueles tópicos revela ou não que sou uma pessoa corajosa, de fibra?

Enfim.

Lamento pela qualidade deste post, mas dêem-me um desconto, são seis da manhã, okay? Obrigado. (Ena, como este post é enorme! - pelo menos para mim. Aplaudo-te se te atreveste sequer a começá-lo sabendo a sua extensão! Isso sim, é coragem e fibra. Parabéns!)

Despeço-me com os mais sinceros desejos de que cumpram todas metas a que se submeteram propuseram para 2015.

E já agora com esta música que me acompanhou nestes momentos de escrita que não se realizavam desde o ano passado! (Agora não foi uma piada, eu não escrevia aqui desde Julho de 2014.)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



pesquisar

  Pesquisar no Blog

quem escreve

foto do autor


sobre

Este blogue está entregue às mãos de um adolescente que se recusa a aceitar que mais tarde ou mais cedo será adulto e que tem problemas em manter blogues de pé.



escrevi


a ler


a ouvir



desafio goodreads

2016 Reading Challenge

2016 Reading Challenge
Pedro has read 5 books toward his goal of 45 books.
hide

últimas leituras


mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

contador de visitas


WOOK - www.wook.pt