Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Este post estava à espera de acontecer e chegou finalmente o seu dia. Bem, direito ao assunto: concluir 2015!

Posso começar por dizer que foi um ano terrível para o blogue. Quase não escrevi aqui. Não quer isso dizer, no entanto, que 2015 tenha sido um ano terrível... Até porque, no geral, não foi. Como tudo, claro, houve altos e houve baixos. Mas prefiro lembrar-me apenas dos altos... Publiquei o meu livro Tudo isto tropeça dentro de mim, comecei o meu primeiro ano de universidade (três vezes! - mas isso é outra história), li bastante, comecei a escrever um "projecto" novo, e espreitei timidamente o que é a vida adulta com a minha mudança para uma cidade a quase 200 quilómetros de casa!

No inicio de 2015 publiquei aqui no blogue algumas metas para o ano e (devido ao insucesso da maior parte delas) decidi que este ano não me vou atrever a propor-me a fazer nada. Se tanto, que seja cumprir os pontos que deixei por fazer em 2015...

Termino este post com o desafio literário da Cláudia, 2015 Reading Challenge, a que me propus. Quase, quase que o completei!... Mas aqui deixo os tópicos que faziam parte do desafio com os livros que li para cada um.

 

  • Um livro com mais de 500 páginas: Para onde vão os guarda-chuvas, Afonso Cruz
  • Um clássico: Alice's Adventures in Wonderland, Lewis Carroll
  • Um livro que deu origem a um filme/série: About a Boy, Nick Hornby
  • Um YA: O Complexo dos Assassinos, Lindsay Cummings
  • Um policial: O Chamado do Cuco, Robert Galbraith
  • Um livro com capa bonita: Miss Peregrine's Home for Peculiar Children, Ransom Riggs
  • Um livro com opiniões más:
  • Um livro vencedor do Pullitzer:
  • Um livro com capa feia: Felizmente Há Luar, Luís de Sttau Monteiro
  • Um livro com opiniões boas: O Principezinho, Antoine de Saint-Exupéry
  • Um livro escrito por uma mulher: The Field Guide, Holly Black
  • Um livro polémico: Prometo falhar, Pedro Chagas Freitas
  • Um livro vencedor do prémio LEYA:
  • Um livro publicado em 2015: As Reencarnações de Pitágoras, Afonso Cruz
  • Um livro com um número no título: Four: a Divergent Collection, Veronica Roth
  • Um livro de contos: Breviário das Almas, Joaquim Mestre
  • Um livro muito popular: This Book Loves You, Pewdiepie
  • Um livro recomendado por um blogue: A Guerra dos Tronos, George R.R. Martin
  • Um livro baseado em factos verídicos: Em Teu Ventre, José Luís Peixoto
  • Um livro que abandonaste a meio:
  • Um livro comprado há muito tempo: O Recruta, Robert Muchamore
  • Um livro de fantasia: A Quimera de Praga, Laini Taylor
  • Um livro para chorar: A Desumanização, Valter Hugo Mãe
  • Um romance histórico:
  • Um livro com menos de cem páginas: O Silêncio da Água, José Saramago
  • Um livro que nunca lerias: O Crime do Padre Amaro, Eça de Queirós
  • Um livro de poesia: Os Meus Silêncios, Patrícia Freitas
  • Um livro pouco conhecido: O homem que carregava pedras, Marco Taylor

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hoje é 2015

04.01.15

Parece que ainda ante-ante-ante-ontem era 2014! Desculpem, esta piada era extremamente necessária. E de tão necessária que é, para mim, até tenho evitado pôr o olhar em redes sociais. Para quê? T-o-d-a-s as publicações na minha página inicial andaram, com certeza, à volta do tipo de frase com que acabei de começar este post. Repito: desculpem. Se calhar até são como eu, reviram os olhos ao ver que citações como esta são... bem, citadas... vez e vez e vez e ainda outra vez. Enfim. Hoje é 2015. Mais um ano de vida ou menos um? Faço questão de deixar aqui os meus desejos de um ano repleto de tudo o que vos faça feliz; com pouco espaço para os infortúnios e o facebook. E agora até podia tecer aqui uma metáfora maravilhosa para representar o quão a vida é uma estrada de altos e baixos mas se forem ao facebook deve lá estar já alguma publicação deste género. (Eu juro que não tenho nada contra o facebook. Mas quem mais jura mais mente, é o que dizem...) Estou a divagar.

Enfim, talvez seja tradição, mas é sabido que ano novo, carrada de promessas e motivações em vão novas. É ou não é? E eu não fujo à regra. Daí este post a que me dedico agora, marca o relógio cinco horas e cinquenta e oito minutos da manhã. O que me leva ao primeiro ponto da minha lista de melhoramentos para este novo ano que se estende à nossa frente:

  • Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer!

(E este é, muito provavelmente, o item da lista que mais dificilmente vou cumprir.)

Seguido de:

  • Ficar a par de todas as séries que comecei.

(E ao realizar este item, vai-se o primeiro ao ar. Mas pronto.)

  • Ler 50 livros.

(Tu tens exames, Pedro. Achas mesmo que vais conseguir?)

  • Escrever mais.

(Sim, espero que tudo sobre História A de 12º ano!)

  • Fazer alguma coisa produtiva.

(Terminar o 12º ano era um começo!...)

  • Ser mais saudável.

(Não vou comentar, mas pizza é a melhor invenção de sempre...)

E é melhor não acrescentar mais nada. (Deu para perceber que sou péssimo com isto de metas, não?)

Mas sim, vou mesmo tentar. Fica aqui prometido que eu, Pedro Caetano Carvalho, me vou esforçar por fazer de 2015 um ano produtivo.

Como parte desta promessa aproveito para me alistar num desafio literário. Aqui, no blog d'A Mulher Que Ama Livros está uma lista que vou tentar cumprir. Só o facto de pensar que vou consegui preencher todos aqueles tópicos revela ou não que sou uma pessoa corajosa, de fibra?

Enfim.

Lamento pela qualidade deste post, mas dêem-me um desconto, são seis da manhã, okay? Obrigado. (Ena, como este post é enorme! - pelo menos para mim. Aplaudo-te se te atreveste sequer a começá-lo sabendo a sua extensão! Isso sim, é coragem e fibra. Parabéns!)

Despeço-me com os mais sinceros desejos de que cumpram todas metas a que se submeteram propuseram para 2015.

E já agora com esta música que me acompanhou nestes momentos de escrita que não se realizavam desde o ano passado! (Agora não foi uma piada, eu não escrevia aqui desde Julho de 2014.)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



pesquisar

  Pesquisar no Blog

quem escreve

foto do autor


sobre

Este blogue está entregue às mãos de um adolescente que se recusa a aceitar que mais tarde ou mais cedo será adulto e que tem problemas em manter blogues de pé.



escrevi


a ler


a ouvir



desafio goodreads

2016 Reading Challenge

2016 Reading Challenge
Pedro has read 5 books toward his goal of 45 books.
hide

últimas leituras


mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

contador de visitas


WOOK - www.wook.pt