Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


  Já quase ninguém compra livros pelo conteúdo. Quando vou à livraria reparo que a primeira coisa que as pessoas vêem num livro é o preço. O que o torna automaticamente uma condicionante da qualidade do livro. Se for acessível, há a possibilidade de ser bom e a possibilidade de ser mau. Se for caro, nenhum dos dois; é só mais um livro caro. 

  (Nem sempre a qualidade é equivalente ao preço... O Harry Potter e a Pedra Filosofal não custaria 10€ se fosse esse o caso.)

  Contudo, se por acaso tiverem uma boa relação com a língua inglesa, aconselho que comprem os originais, que além de serem muito mais baratos também são esteticamente melhores. 

  Mas se os editores acham que o livro deve custar 40€, eles que ponham o livro a 40€ mas, nos tempos em que estamos, é dificil acreditar que seja uma boa decisão. De qualquer forma, há livros que valem a pena o preço; não concordo com os abusos mas não me importo de gastar 25€ num bom livro que vou poder ler e reler quando bem me apetecer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

  O blogue está diferente. Para melhor? Para pior? A vossa opinião aqui é mais importante... Se quiserem partilhá-la, comentem!

  Ultimamente tenho-me dedicado mais à escrita. E decidi que ia dedicar-me ainda mais à escrita... para o blogue! Espero — não prometo — publicar mais frequentemente e sobre tudo e mais qualquer coisa! 

  Lêmo-nos em breve!...

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

  Sempre tive vários blogues. Custei a perceber que isso assim não funciona. Tive os meus vinte mil endereços lá no blogspot e criava cada vez mais simplesmente porque gostava de brincar com o design que esta plataforma oferecia. Até que dei conta que era um exagero sem medida e acabei por apagar a maioria deles. Comecei por ter um blogue pessoal. Mas acabei por criar blogues para todos os assuntos: livros, músicas, séries,... enfim! O que fez com que deixasse de dar atenção ao primeiro, o pessoal, que era uma junção intima de todos os outros.

  Acabei por mudar para o sapo porque fico muito mais limitado no que diz respeito a edições de layouts e derivados. Disse a mim mesmo que precisava acentar e disfrutar da experiência. Recentemente, quase caí no erro de entregar a minha atenção a outro blogue, aqui no sapo. Não. Não posso cometer o mesmo erro. 

  Agora sei que ter um blogue é ter um "cantinho" especial e, claro, muito pessoal onde posso partilhar um bocadinho ou um "bocadão" de mim mesmo e isso inclui tudo o que gostar, não gostar,... tudo o que me apetecer!

  Longa vida à blogosfera!

Autoria e outros dados (tags, etc)

(imagem retirada da internet)

   Há algum tempo que estava interessado em ler este livro. As opiniões que li são sempre positivas e intrigaram-me.

   Finalmente comprei-o e, apesar de querer devorá-lo assim que lhe pus as mãos em cima, obriguei-me a  terminar a colecção que estava a (re)ler. Assim que o fiz pude então entregar-me a este livro. A principio achei o contraste do tamanho do livro com o tamanho da letra assustador. Mas logo percebi que a leitura flui rapidamente.

   A escrita é deliciosa e capta completamente o leitor. Ainda vou no início desta aventura mas já paira mistério pelo ar e a vontade que dá é de ler mais e mais. Ah, e tem capítulos curtos, o que — a meu ver — é um incentivo para continuar a leitura. Pensando que não, ler mais um capítulo é melhor do que não ler nada!...

   Estou apaixonado pelos diálogos e em especial pelos de Andrea. Até agora ela é a minha personagem preferida. Já dei comigo a rir à conta dela.

   Não quero estar a estragar a história a ninguém com detalhes, por isso deixo-vos aqui o resumo seguido de um vídeo pela autora e uma lista de links interessantes que vos podem fazer interessar pela leitura deste livro. Se já leste, fica à vontade para deixares a tua opinião nos comentários — sem spoilers, por favor!

   Quanto a mim, vou ler. Até já.

 

“Todos ficam sujos de sangue e há sempre alguém que morre.” 
 Este é o lema de Danton.
 Filho de dois poderosos feiticeiros, inimigos de séculos, a existência de Danton é apenas mais um golpe de guerra entre os pais.
Criado e aperfeiçoado por Amauri e Goulart, é temido por todos, incluindo os próprios.
 Em Lisboa, uma misteriosa Caixa detém um poder que a família Santa-Bárbara guarda há gerações.
 Isadora é a última descendente de uma linhagem de Paladinos, herdeira solitária de um império cultural e um legado que desconhece. Ela e o tio, Garrett, são tudo o que resta para proteger este grande segredo.
 Mas Danton está decidido que é chegada a hora do poder da Caixa lhe pertencer, e as vidas dos Santa-Bárbara vão alterar-se para sempre.
 Feitiçaria, magia, segredos e uma história de amor inesquecível, percorrem alguns dos lugares mais conhecidos de Lisboa e a zona mais sinistra de Paris.
 O passado colide com o presente e tudo acontece… mas não como todos esperam.
 Pela escritora revelação da fantasia urbana portuguesa.
Uma história cativante que vai fazer as delícias dos leitores mais exigentes.

 

 

Página do livro na wook, no goodreads, no facebook.

Site da autora L.C. Lavado; e páginas no goodreads e no facebook.

Autoria e outros dados (tags, etc)



pesquisar

  Pesquisar no Blog

quem escreve

foto do autor


sobre

Este blogue está entregue às mãos de um adolescente que se recusa a aceitar que mais tarde ou mais cedo será adulto e que tem problemas em manter blogues de pé.


escrevi


a ler


a ouvir



mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

WOOK - www.wook.pt